SBICafé
Biblioteca do Café

Causalidade de transmissão de preço no setor cafeeiro do Sul de Minas Gerais

Show simple item record

dc.contributor.author Castro, Luiz Gonzaga de pt_BR
dc.contributor.author Azevedo, Adriano Freitas de pt_BR
dc.contributor.author Fontes, Renato Elias pt_BR
dc.contributor.other Consórcio Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento do Café pt_BR
dc.date 2003-10-07 11:19:20.297 pt_BR
dc.date.accessioned 2015-01-14T13:44:20Z
dc.date.available 2015-01-14T13:44:20Z
dc.date.issued 2003 pt_BR
dc.identifier.citation Castro Júnior, Luiz G. de; Azevedo, Adriano F.; Fontes, Renato E. Causalidade de transmissão de preço no setor cafeeiro do Sul de Minas Gerais. In: Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil e Workshop Internacional de Café & Saúde, (3. : 2003 : Porto Seguro). Anais. Brasília, DF : Embrapa Café, 2003. (447p.), p. 370-371. pt_BR
dc.identifier.other 166689_Art422 pt_BR
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br/handle/123456789/1533
dc.description Trabalho apresentado no Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil (3. : 2003 : Porto Seguro, BA). Resumos. Brasília, D.F. : Embrapa Café, 2003. pt_BR
dc.description.abstract A cafeicultura como atividade econômica existe desde o período colonial, no séc. XVIII, quando as grandes fazendas e os Barões do café dominavam o Vale do Paraíba, e posteriormente os cafeicultores avançaram para o oeste de São Paulo, onde encontraram condições favoráveis de clima e solo. No início do século XX, a cafeicultura deixou de ter um caráter essencialmente rural e passou a ser fonte de recursos para a urbanização e industrialização, e nos dias atuais, o plano brasileiro de estabilização econômica tem na agricultura seu principal alicerce. O café brasileiro representa para o setor de agronegócios nacionais, uma importância fundamental, gerando para a economia do país um grande número de divisas. Em termos regionais, além da absorção de muitos empregos, deve-se considerar a relevância dessa atividade como fonte de arrecadação, tendo também uma importante participação no agribusiness mundial. Os mercados agrícolas, em específico o mercado de café, apresenta uma grande variação de preços e um elevado grau de instabilidade, isto devido, a constantes choques de preços que incidem sobre este mercado, afetando tanto os preços de oferta quanto os de demanda. As altas oscilações de preços agrícolas evidenciam o funcionamento deficiente do complexo de produção-comercialização, sabe-se bem que a instabilidade do preço do café para o produtor é muito maior do que para o varejo, podendo assim dizer que o sistema de comercialização tem um efeito amortecedor sobre as variações de preço ao consumidor. Entretanto, as informações sobre causalidade na transmissão de preços são muito importantes para tomada de decisões dos agentes de mercado, pois proporcionam um grande conhecimento sobre mercado no qual estão atuando, permitindo uma previsão mais segura dos efeitos dos choques sobre o este setor e sobre os demais setores da economia. Buscou-se com este trabalho estimar a causalidade de transmissão de preço no setor cafeeiro, entre a BM&F e importantes localidades do Sul de Minas, buscando informações no que refere à causalidade de transmissão de preços. Os dados primários utilizados, preço da saca de café comercializada no mercado local, foram coletados diretamente nas cooperativas e com produtores dos municípios de Boa Esperança, Machado, Poços de Caldas, São Sebastião do Paraíso e Três Pontas; e o preço do café no mercado futuro foi levantado junto à BM&F. Onde os dados foram analisados através da regressão linear simples. Os resultados encontrados apontam para a existência de uma relação bi-causal, entre o preço da saca de café na BM&F e o preço da saca de café no Sul de Minas, ou seja, há uma causalidade em ambos os sentidos, pois os resultados dos coeficientes bð dos valores da Bolsa e das localidades são estatisticamente diferentes de zero, sendo os resultados do teste de F significativos a 1% de probabilidade, porém, pôde-se constatar que a influência da Bolsa é superior e mais significativa. A existência de causalidade no sentido das praças para a BM&F parece ser difícil de ocorrer, uma vez que a Bolsa caracteriza-se como um local de forte negociação de contratos futuros de café, chegando a negociar um volume 3 vezes maior que a própria produção brasileira. Nota-se também, que apesar da existência de maior causalidade entre a BM&F e as praças de Poços de Caldas e Boa Esperança (sentido Bolsa aos municípios) esses apresentaram valores de bð pouco significativos, o que permite afirmar que há uma causalidade, porém baixa, o que pode ser explicado pela localização dessas praças, que são cidades distantes da BM&F, e pôr suas pequenas representatividades produtivas e suas estruturas comercializadoras. pt_BR
dc.description.sponsorship Consórcio Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento do Café pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Café Comercialização Preços Causalidade de transmissão pt_BR
dc.subject.classification Cafeicultura::Economia e política agrícola pt_BR
dc.title Causalidade de transmissão de preço no setor cafeeiro do Sul de Minas Gerais pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account