SBICafé
Biblioteca do Café

Manejo da fertilização de lavouras cafeeiras com base no ciclo de maturação dos frutos.

Show simple item record

dc.contributor.author Chaves, Júlio César Dias pt_BR
dc.contributor.author , A Androcioli pt_BR
dc.contributor.author Fantin, D. pt_BR
dc.contributor.other Embrapa - Café pt_BR
dc.date 2011-05-24 16:39:24.203 pt_BR
dc.date.accessioned 2015-01-14T13:47:30Z
dc.date.available 2015-01-14T13:47:30Z
dc.date.issued 2007 pt_BR
dc.identifier.citation Júlio César D. CHAVES; Armando ANDROCIOLI FILHO; Denilson FANTIN. Manejo da fertilização de lavouras cafeeiras com base no ciclo de maturação dos frutos. .In: Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil (5. : Águas de Lindóia, SP : 2007). Anais. Brasília, D.F. : Embrapa - Café, 2007. (1 CD-ROM), 4p pt_BR
dc.identifier.other 179995_Art373 pt_BR
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br/handle/123456789/2389
dc.description Trabalho apresentado no Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil (5. : 2007 : Águas de Lindóia, SP). Anais. Brasília, D.F. : Embrapa Café, 2007. pt_BR
dc.description.abstract A fertilização do cafeeiro é considerada como o fator de produção que mais contribui para o aumento da produtividade. Os fertilizantes são os insumos mais demandados pela cafeicultura. Este fato concorre para o aumento nos custos totais absolutos de produção em virtude do elevado preço dos fertilizantes. O ciclo de maturação diferenciado dos cultivares em uso, sugere modificação quanto ao período de fornecimento dos nutrientes. Assim, os cultivares precoces teriam demandas antecipadas em relação aos de maturação mediana e estes em relação aos tardios. O fornecimento de nutrientes no mesmo período, poderia afetar a nutrição e por conseqüência a produção de cultivares com ciclos de maturação diferenciados. Foram avaliados nos experimentos 3 cultivares de café: Icatu Precoce, Mundo Novo e Catuaí Amarelo, com ciclos de maturação precoce, mediano e tardio, respectivamente. Os fertilizantes foram aplicados no período de: 15.09 a 15.02 (E1); de 15.09 a 15.03 (E2) e de 15.09 a 30.04 (E3), todos parcelados em 5 fracionamentos, ou seja a cada 38, 45 e 56 dias. Cada cultivar recebeu os fertilizantes NPK nas 3 épocas. O objetivo do subprojeto foi o de racionalizar o uso de fertilizantes com base no ciclo de maturação dos frutos nos cultivares de cafeeiros utilizadas no Paraná. Os resultados de produção indicaram que o Catuaí teve comportamento inferior ao Mundo Novo no mesmo espaçamento. O Icatu foi ligeiramente mais produtivo em função da maior densidade de plantio; a época de fertilização mais favorável para a produção foi E2 (início em setembro e final em março) para os três cultivares. A renda do café não foi influenciada substancialmente pelas épocas de adubação, embora houvesse uma ligeira superioridade na E2. Na avaliação da peneira, o Catuai Amarelo apresentou maior quantidade de café na peneira 16 a 18 e o Icatu apresentou a menor quantidade nessa mesma peneira. A análise de regressão mostrou curva de acumulação de matéria verde que se ajustou a equações quadráticas, com pontos de inflexão aos 165, 175 e 185 dias para os cultivares Icatu Precoce, Mundo Novo e Catuaí Amarelo, respectivamente. Mais de 90 % da matéria seca nos frutos foram acumuladas até 187 dias após o florescimento para todos os cultivares; os 10% restantes acumularam até 257 dias. O quociente de incremento de matéria seca no fruto foi muito alto a partir de “chumbinho” e diminuiu com o desenvolvimento do fruto até a granação total. O período entre a granação dos frutos e a maturação completa para atingir o estádio de cereja foi diferente entre os cultivares, sendo menor para o Icatu Precoce, intermediário para o Mundo Novo e maior para o Catuaí Amarelo. Como se trata de uma fase de modificações bioquímicas que estão ocorrendo na epiderme, provavelmente não houve mais consumo externo de nutrientres. pt_BR
dc.description.abstract Fertilizer application for coffee is considered to be the main production factor that directly affects coffee productivity. The fertilizers are the highest demanded practice for coffee production. This factor is responsible for increases in total production costs due to the high fertilizer prices. The differentiated maturation cycles of the coffee cultivars recommended for farmers, suggest modifications in the time of nutrient applications. Thus the early maturation cultivars have the demand for nutrients anticipated in relation with median and later maturation cultivars. The application of plant nutrients in the same time for the three different maturation cultivars may affect coffee nutrition and consequently coffee yields. An experiment was conducted with three coffee cultivars: Icatu (early maturation), Mundo Novo (median maturation) and Catuaí Amarelo (later maturation). The fertilizers were applied in the following periods: from September 15 to February 15 (E1); from September 15 to March 15 (E2) and from September 15 to April 30 (E3). The fertilizers were fractionated in five applications in all three periods, or at each 38, 45 and 56 days. Each coffee cultivar received NPK fertilizers in the three periods. The objective of this study was to obtain the maximum benefit of the fertilizer use based on fruit maturation cycles of the coffee cultivars planted in Paraná. The results of yields showed that Catuaí performance was lower than Mundo Novo in the same planting space. The Icatú cultivar was more productive than the others due to its higher planting density. The best fertilizer application time for production of the three coffee cultivars was E2 (beginning of September and end of March). The gain from green coffee to clean coffee was not significantly affected by the time of fertilizer applications, although it shows an superiority for the E2 period. The screening evaluation showed that Catuaí Amarelo presented greater clean coffee amounts for the 16 and 18 screen, and Icatú presented the lower quantity for the same screen. The regretion statistical analyses showed a curve of green matter accumulation adjusted for quadratic equation with reflections point at 165, 175 and 185 days for Icatú, Mundo Novo, and Catuaí Amarelo, respectively. More than 90% of dry matter in the fruits was accumulated up to 187 days after flower time for the three cultivars; the rest 10% accumulated up to 257 days. The dry matter increment in the fruit was higher from “chumbinho” stage and decreased with fruit growth. The period from fruit formation to complete fruit maturation was different among cultivars, bean lower for early Icatú, intermediated for Mundo Novo, and greater for Catuaí Amarelo. This stopped in the nutrient consumptions by the fruits is explained by the greater biochemical transformations in the epidermis during this fruit stage. en
dc.description.sponsorship Embrapa - Café pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Coffea arabica L., NPK, racionalização da adubação, qualidade da semente pt_BR
dc.subject Coffea arabica L., NPK, profitable fertilization, coffee seed quality. en
dc.subject.classification Cafeicultura::Solos e nutrição do cafeeiro pt_BR
dc.title Manejo da fertilização de lavouras cafeeiras com base no ciclo de maturação dos frutos. pt_BR
dc.title Fertilizer manajements for coffee production based on fruit maturation cycle. en
dc.title.alternative Fertilizer manajements for coffee production based on fruit maturation cycle. en
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
179995_Art373f.pdf 121.1Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account