SBICafé
Biblioteca do Café

Avaliação da homogeneidade da expansão dos grãos de café torrados

Show simple item record

dc.contributor.author Vargas-Elías, Guillermo Asdrúbal
dc.contributor.author Corrêa, Paulo Cesar
dc.contributor.author Souza, Natália Rodrigues de
dc.contributor.author Baptestini, Fernanda Machado
dc.contributor.author Zaidan, Iasmine Ramos
dc.date.accessioned 2015-06-22T19:38:56Z
dc.date.available 2015-06-22T19:38:56Z
dc.date.issued 2013
dc.identifier.citation VARGAS-ELIAS, G. A. et al. Avaliação da homogeneidade da expansão dos grãos de café torrados. In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 8., 2013, Salvador. Anais... Brasília, DF: Embrapa Café, 2013, 6 p. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br:80/handle/123456789/3396
dc.description Trabalho apresentado no VIII Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil pt_BR
dc.description.abstract Objetivou-se com este trabalho avaliar a homogeneidade da expansão dos grãos de café torrados. Foram utilizados dois lotes de café da espécie arábica (Coffea arabica L.) cuja qualidade pelo teste de xícara indicava como bebida mole e rio. Em seguida os lotes foram classificados por peneiras de número 15, 16, 17 e 18 no café mole e 16, 17, 18 e 19 no café rio. Do café retido em cada peneira, 87,5 g foi usado para compor amostras de 350 g. Para a torrefação, foi utilizado torrefador com queima de gás direto, com cilindro em movimento rotativo a 45 rpm, préaquecimento a 327±2,4 °C. A temperatura média de torrefação foi de 285±2,5 °C. A temperatura final dos grãos foi de 227±0,5 °C e os tempos de torrefação foram de 13,4 e 12,8 min para o café com bebida mole e rio, respectivamente. Depois de torradas, as amostras foram novamente classificadas por peneiras. Também foram feitas as análises de teor de água, cor e massa específica aparente antes e depois do processo de torrefação. Independentemente da qualidade dos grãos e mistura de tamanhos, não houve diferença na massa específica aparente e no nível de torrefação dos grãos. Os grãos crus aumentaram o tamanho proporcionalmente em três números acima da peneira original quando foram torrados. A massa acumulada de grãos torrados em função das peneiras permitiu ajustar adequadamente os valores ao modelo matemático tipo sigmoide com r2 acima de 0,990 para cada qualidade. Os grãos de melhor qualidade sensorial obtiveram maior expansão que os de inferior qualidade, a pesar de usar menor proporção do tamanho na mistura. pt_BR
dc.format 6 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Embrapa Café pt_BR
dc.subject Peneiras pt_BR
dc.subject Aumento do volume pt_BR
dc.subject Sigmoide pt_BR
dc.subject Massa específica aparente pt_BR
dc.subject Café arábica pt_BR
dc.subject.classification Cafeicultura::Qualidade de bebida pt_BR
dc.title Avaliação da homogeneidade da expansão dos grãos de café torrados pt_BR
dc.title.alternative Evaluation of the expansion homogeneity of roasted coffee beans pt_BR
dc.type Trabalho de Evento Científico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
304_VIII-SPCB-2013.pdf 145.9Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account