SBICafé
Biblioteca do Café

Produção de inóculo e diferenciação de raças de Meloidogyne exigua em Coffea spp.

Show simple item record

dc.contributor.advisor Oliveira, Rosângela D' Arc de Lima pt_BR
dc.contributor.author Silva, Rodrigo Vieira da pt_BR
dc.contributor.other Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.date 2006-06-06 12:02:55.987 pt_BR
dc.date.accessioned 2015-01-14T13:05:04Z
dc.date.available 2015-01-14T13:05:04Z
dc.date.issued 2005 pt_BR
dc.identifier.citation Silva, Rodrigo Vieira da. Produção de inóculo e diferenciação de raças de Meloidogyne exigua em Coffea spp. Viçosa : UFV, 2005. 48 fl. Dissertação (Mestrado em Fitopatologia) - Universidade Federal de Viçosa. Orientadora: Rosângela D’Arc de Lima Oliveira. T 632.6257 S586p 2005 pt_BR
dc.identifier.other 190325 pt_BR
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br/handle/123456789/34
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.description.abstract Meloidogyne exigua, um dos principais patógenos do cafeeiro, é espécie na qual já foram observadas variabilidade bioquímica, morfológica e fisiológica. Para propor uma série de plantas diferenciadoras de raças dessa espécie dentro do gênero Coffea, estudou-se o efeito de populações distintas de M. exigua em 25 genótipos de cafeeiro. Para estabelecer as melhores condições para a produção de inóculo e realização do teste, mudas de cafeeiro foram estudadas quanto à temperatura, ao estádio de desenvolvimento e à época de avaliação. A temperaturas de 26ºC foi a melhor para a formação de galhas, produção de ovos e da matéria seca da parte aérea das mudas de cafeeiro. O estádio das mudas de cafeeiro com seis pares de folhas definitivas e a avaliação aos 120 dias após a inoculação foram os que mais favoreceram a reprodução de M. exigua. A análise conjunta dos dados permitiu concluir que os ensaios para seleção de genótipos de cafeeiros resistentes ao nematóide e multiplicação de inóculo devem ser avaliados a partir de 90 dias após a inoculação. A série diferenciadora das populações de M. exigua, utilizando-se os genótipos UFV 1959, H493-1, ‘Catuaí Vermelho IAC 44’ e ‘Apoatã IAC 2258’ é proposta nesse estudo. Contudo, para a validação desses genótipos como possíveis diferenciadores de raças, um número maior de populações deve ser testado. Caso os genótipos ainda estejam segregando, como foi constatado para alguns deles, a reprodução deverá ser obtida por enraizamento de estacas. pt_BR
dc.description.abstract One among significant pathogens of the coffee plant, Meloidogyne exigua is a nematode species for which biochemical, morphological and physiologic variability has been reported. In an attempt to set up a useful series of differentials within the genus Coffea, several M. exigua populations were studied on 25 distinct coffee genotypes. Inoculated young coffee plants were examined growth stage, and under varying greenhouse temperature and evaluation intervals to find out which was the best for the inoculum production and to the assays purposes. The temperature of 26ºC it went the best to the galls formation, egg production and to the matter dry of the aerial part of the young coffee plants. Its reproduction rate was the greatest at 6-leaf-pair growth stage, the oldest tested coffee plants in the assay. A united analysis allows to end that the rehearsals for selection of coffee genotypes resistant to the nematode and in the inoculum production they should be appraised starting from 90 days after the inoculation. Results from this study suggest that the differential series UFV 1959, H493-1, ‘Catuaí Vermelho IAC 44’ and ‘Apoatã IAC 2258’ is adequate to distinguish within the M. exigua populations. However, to fully validate such set of differentials a larger than the available number of M. exigua populations is needed. It is also recommended that in cases when coffee genotypes are still segregating, as verified in our assays, rooted stems should be adopted instead of coffee seedlings. en
dc.description.sponsorship Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.subject Meloidogyne exigua Fisiologia Reprodução Coffea spp. Nematóides fitopatogênicos pt_BR
dc.subject Meloidogyne exigua Physiology Reproduction Coffea spp. Plant pathogenic nematodes en
dc.subject.classification Cafeicultura::Pragas, doenças e plantas daninhas pt_BR
dc.title Produção de inóculo e diferenciação de raças de Meloidogyne exigua em Coffea spp. pt_BR
dc.title [Inoculum production of Meloidogyne exigua and race differentiation in Coffea spp.] en
dc.title.alternative [Inoculum production of Meloidogyne exigua and race differentiation in Coffea spp.] en
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
190325f.pdf 153.3Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account