SBICafé
Biblioteca do Café

Qualidade sensorial de cafés em diferentes niveis de adubação com N, P e K

Show simple item record

dc.contributor.author Sales Junior, José Carlos
dc.contributor.author Camilo, Willian Ribeiro
dc.contributor.author Resende, Thales Barcelos
dc.contributor.author Villela, Gabriel Mendes
dc.contributor.author Alves, Gesiel
dc.contributor.author Guimarães, Rubens José
dc.date.accessioned 2015-06-25T18:14:18Z
dc.date.available 2015-06-25T18:14:18Z
dc.date.issued 2015
dc.identifier.citation SALES JUNIOR, J. C. et al. Qualidade sensorial de cafés em diferentes niveis de adubação com N, P e K. In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 9., 2015, Curitiba. Anais... Brasília, DF: Embrapa Café, 2015, 5 p. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br:80/handle/123456789/3519
dc.description Trabalho apresentado no IX Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil pt_BR
dc.description.abstract Os cafés ditos especiais vêm ganhando cada vez mais força no mercado mundial, por terem uma bebida de melhor qualidade, que agradem ao paladar dos mais diversos tipos de consumidores por todo o mundo. Os tratos culturais, colheita e pós-colheita, são alguns dos fatores determinantes da qualidade do grão, com características positivas, para atender às exigências dos consumidores. Estes processos simples, podem resultar em um ganho siginificativo para o produtor, pois o café quando apresenta uma bebida superior o preço é agregado na saca sendo uma forma de garantir uma renda melhor em tempos de preços baixos (Ribeiro, 2014). O experimento foi conduzido em campo no Setor de Cafeicultura da Universidade Federal de Lavras-mg, de março de 2010 a julho de 2013. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com seis tratamentos, quatro repetições e subdivisão das parcelas no tempo. Os níveis de adubação foram 10%, 40%, 70%, 100%, 130% e 160% em relação à adubação padrão de 100% (Guimarães, et al. 1999). No primeiro ano de adubação após o plantio, a adubação foi a padrão para lavouras de sequeiro em formação. Ao completar um ano após o plantio as doses foram diferenciadas. No outro tratamento não houve um ano de adubação padrão, as doses já foram impostas a partir do plantio. O objetivo deste trabalho foi analisar atributos sensoriais da qualidade do café sobre diferentes doses de adubação para macronutrientes N, P e K. Análise sensorial realizada para aroma, acidez, corpo, balanço, aroma, xícara limpa, doçura, geral e total não foram significativas. Os atributos sabor e finalização foram significativos tendo maiores pontuações para a dose de 10% decrescendo conforme foram aumentando as doses de adubação. pt_BR
dc.format 5 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Embrapa Café pt_BR
dc.subject Nutrição pt_BR
dc.subject Cafeeiro pt_BR
dc.subject Bebida pt_BR
dc.subject.classification Cafeicultura::Qualidade de bebida pt_BR
dc.title Qualidade sensorial de cafés em diferentes niveis de adubação com N, P e K pt_BR
dc.title.alternative Quality coffee sensory in different fertilization levels with N, P and K pt_BR
dc.type Trabalho de Evento Científico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
161_IX-SPCB-2015.pdf 162.4Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account