SBICafé
Biblioteca do Café

Parasitismo de Meloidogyne incognita em arbóreas utilizadas no sombreamento de cafeeiros

Show simple item record

dc.contributor.author Machado, Andressa C. Z.
dc.contributor.author Vanzo, Gino Leão
dc.contributor.author Dorigo, Orazília França
dc.contributor.author Santoro, Patrícia Helena
dc.contributor.author Silva, Santino Aleandro da
dc.date.accessioned 2015-08-31T15:05:53Z
dc.date.available 2015-08-31T15:05:53Z
dc.date.issued 2015
dc.identifier.citation MACHADO, A. C. Z. et al. Parasitismo de Meloidogyne incognita em arbóreas utilizadas no sombreamento de cafeeiros. In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 9., 2015, Curitiba. Anais... Brasília, DF: Embrapa Café, 2015, 4 p. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br:80/handle/123456789/4191
dc.description Trabalho apresentado no IX Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil pt_BR
dc.description.abstract Consórcios de café com fruteiras, espécies florestais de alto valor econômico de sua madeira e com seringueira têm sido praticados desde a década de 80. A associação de cafeeiros com outras árvores recebe as denominações de “sistema agroflorestal (SAF)” ou “arborização do cafezal”. Além da renda extra oriunda do cultivo de árvores associadas ao café, outros benefícios podem advir, como o sombreamento do cafezal, a utilização de quebra-ventos, que impedem a desfolha e evitam a entrada de patógenos, o que melhora a sustentabilidade do cafezal. Entretanto, a escolha da espécie arbórea a ser cultivada associada ao café deve ser criteriosa e levar em consideração vários fatores, entre eles as doenças, que podem ocorrer concomitantemente em ambas lavouras. Entre as doenças, destacam-se os nematoides, que são um dos principais problemas da cultura cafeeira. Em levantamento nematológico efetuado em áreas de café consorciado com as arbóreas Croton floribundus (“capixingui”), Heliocarpus popayanensis (“jangada”), Mimosa floculosa (“bracatinga de Campo Mourão”) e Mimosa scabrella (“bracatinga”) em Londrina, PR, observou-se a presença de galhas radiculares abundantes nas espécies citadas, embora sem sintomas evidentes na parte aérea. As amostras de raízes foram coletadas e levadas ao laboratório de Nematologia do IAPAR. Fêmeas do nematoide das galhas foram dissecadas das raízes e identificadas via eletroforese de isoenzimas, para comprovação da espécie. Em Os resultados obtidos para as corridas eletroforéticas mostraram que, para as espécies H. popayanensis, Croton floribundus, Mimosa floculosa e M. scabrella, a espécie identificada foi Meloidogyne incognita; vale ressaltar que essa espécie é um dos principais nematoides de lavouras cafeeiras. Tal observação demonstra a importância de conhecermos a reação de arbóreas a serem cultivadas em consórcio com cafeeiros aos principais nematoides da cultura, uma vez que tais plantas podem aumentar consideravelmente a população dos mesmos no solo, trazendo maiores prejuízos à lavoura principal. Além disso, a identificação da espécie de nematoide das galhas presente no cafezal também é de suma importância para o sucesso da lavoura cafeeira e para a escolha do manejo a ser adotado. pt_BR
dc.format 4 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Embrapa Café pt_BR
dc.subject Consorciação pt_BR
dc.subject Nematoides de galhas pt_BR
dc.subject Sombreamento pt_BR
dc.subject.classification Cafeicultura::Pragas, doenças e plantas daninhas pt_BR
dc.title Parasitismo de Meloidogyne incognita em arbóreas utilizadas no sombreamento de cafeeiros pt_BR
dc.title.alternative Parasitism of Meloidogyne incognita on forest plants used in shading of coffee growing areas pt_BR
dc.type Trabalho de Evento Cientifico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
156_IX-SPCB-2015.pdf 132.5Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account