SBICafé
Biblioteca do Café

Safety (etofenproxi) no manejo da broca do café, Hypothenemus hampei (Ferrari) (Coleoptera: Scolytidae) no cafeeiro, pelo método do bioensaio laboratorial

Show simple item record

dc.contributor.author Benvenga, S. R.
dc.contributor.author Gravena, S.
dc.contributor.author Silva, J. L.
dc.contributor.author Haas, A. C.
dc.contributor.author Lucca, G. De
dc.date.accessioned 2016-03-21T14:57:54Z
dc.date.available 2016-03-21T14:57:54Z
dc.date.issued 2012
dc.identifier.citation BENVENGA, S. R. et al. Safety (etofenproxi) no manejo da broca do café, Hypothenemus hampei (Ferrari) (Coleoptera: Scolytidae) no cafeeiro, pelo método do bioensaio laboratorial. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISAS CAFEEIRAS, 38., 2012, Caxambu. Anais... Brasília, DF: Embrapa Café, 2012. (1 CD-ROM), 3 p. pt_BR
dc.identifier.issn 2316-4115
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br:80/handle/123456789/6114
dc.description Trabalho apresentado no 38º Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras pt_BR
dc.description.abstract A Broca do café é praga-chave no sistema de Manejo Ecológico de Pragas do Cafeeiro (MEP). As fêmeas iniciam a alimentação sobre os frutos verdes em fase inicial de desenvolvimento, porém, a oviposição ocorre somente nos frutos com cotilédone apresentando baixo teor de umidade. O orifício de alimentação e/ou oviposição é realizado, preferencialmente, na região da coroa do fruto. As larvas recém- eclodidas iniciam a alimentação, danificando parcial ou totalmente as sementes, caracterizando-se como o dano direto da praga. O ciclo de vida é completo no interior do fruto, bem como o acasalamento, pois os machos possuem as asas membranosas atrofiadas. As fêmeas fecundadas migram para frutos sadios visando o início de um novo ciclo. O controle desta praga-chave é realizado com o uso de inseticidas aplicados a partir da fase inicial de desenvolvimento dos frutos, coincidente com o período de trânsito, quando as fêmeas estão em fase de migração dos frutos remanescentes da colheita para os frutos sadios da safra. Deste modo, a pesquisa teve por objetivo avaliar a eficiência do inseticida Safety (etofenproxi – inseticida do grupo químico éter difenílico em fase de pesquisa e registrado no MAPA sob No. 20809), nas doses de 0,5 e 0,7 L/ha e do inseticida IHI 88 A (inseticida e acaricida do grupo químico Pirazol em fase de pesquisa e registrado no MAPA sob No. 143611), nas doses de 0,75; 1,00; 1,25; 1,50 e 1,75 L de produto comercial/ha, ambos associados ao Iharol (óleo mineral; 0,5%) e comparados ao Endossulfan Milenia (endossulfan; 2,0 L/ha), no manejo da Broca do café, pelo método do bioensaio laboratorial. pt_BR
dc.format 3 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Embrapa Café pt_BR
dc.subject.classification Cafeicultura::Pragas, doenças e plantas daninhas pt_BR
dc.title Safety (etofenproxi) no manejo da broca do café, Hypothenemus hampei (Ferrari) (Coleoptera: Scolytidae) no cafeeiro, pelo método do bioensaio laboratorial pt_BR
dc.type Trabalho de Evento Cientifico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
58_38-CBPC-2012.pdf 144.5Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account