SBICafé
Biblioteca do Café

Deficiência e excesso de zinco em mudas de cafeeiro : metabolismo de carboidratos e respostas antioxidantes

Show simple item record

dc.contributor.advisor Alves, José Donizeti
dc.contributor.author Santos, Jacqueline Oliveira dos
dc.date.accessioned 2016-04-20T14:07:57Z
dc.date.available 2016-04-20T14:07:57Z
dc.date.issued 2014-02-27
dc.identifier.citation SANTOS, J. O. Deficiência e excesso de zinco em mudas de cafeeiro: metabolismo de carboidratos e respostas antioxidantes. 2011. 68 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fisiologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras. 2011. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br:80/handle/123456789/6439
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.description.abstract O presente trabalho foi realizado com o intuito de avaliar as respostas fisiológicas de mudas de cafeeiro cultivar Catuaí frente à deficiência e ao excesso de zinco. Dessa maneira, mudas com seis meses de idade foram transferidas para recipientes plásticos, contendo solução nutritiva de Hoagland e Arnon. Na imposição dos tratamentos, foram utilizadas soluções completas, com a exclusão do nutriente Zn e solução com 4x o nutriente Zn. As avaliações foram realizadas em folhas totalmente expandidas e em raízes no início do tratamento e após 30 e 60 dias. A deficiência e o excesso de zinco reduziram o crescimento, os teores carboidratos na parte aérea, já nas raízes os teores de amido e AR se mantiveram enquanto os teores de AST aumentaram. Os níveis de clorofila a e b e massa seca foliar reduziram em plantas sob excesso e deficiência de zinco. Ambos os tratamentos induziram o aumento na produção peróxido de hidrogênio e uma maior atividade da CAT, APX e maiores teores de ascorbato e prolina. No entanto, essa maior atividade do sistema antioxidante não foi suficiente para evitar que danos causados pelas EROs ocorressem, possibilitando um aumento nos teores de malondealdeído, que é um produto secundário da peroxidação lipídica. pt_BR
dc.description.abstract The present study was performed with the intent of evaluating the physiological responses of Catuaí coffee cultivar seedlings regarding zinc deficiency and excess. Thus, seedlings with six months of age were transferred to plastic recipients containing Hoagland and Arnon nutritive solution. In the treatments we used complete solutions, with the exclusion of zinc, and a solution with 4x the amount of Zn. Evaluations were performed on completely expanded leaves and on roots at the beginning of the treatment and after 30 and 60 days. Zinc deficiency and excess reduced growth, carbohydrate levels in the shoots and, in the roots, starch and AR levels were maintained while the AST levels increased. The levels of chlorophyll a and b, as well as leaf dry mass decreased in plants under zinc excess and deficiency. Both treatments induced an increase in the production of hydrogen peroxide, a higher CAT and APX activity, and higher levels of ascorbate and proline. However, this higher activity of the antioxidant system was not sufficient to prevent damages caused by ROS, enabling an increase in the levels of malondealdeido, which is a byproduct of lipid peroxidation. pt_BR
dc.format 68 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.subject Estresse oxidativo pt_BR
dc.subject Metabolismo de carboidratos pt_BR
dc.subject Espécies reativas de oxigênio pt_BR
dc.subject Prolina pt_BR
dc.subject.classification Cafeicultura::Solos e nutrição do cafeeiro pt_BR
dc.title Deficiência e excesso de zinco em mudas de cafeeiro : metabolismo de carboidratos e respostas antioxidantes pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Dissertacao_Jacqueline Oliveira dos Santos.pdf 1.457Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account