SBICafé
Biblioteca do Café

Qualidade do café em coco e em pergaminho armazenados em atmosfera modificada

Show simple item record

dc.contributor.advisor Biaggioni, Marco Antonio Martin
dc.contributor.author Sperotto, Felipe Carlos Spneski
dc.date.accessioned 2016-03-17T15:09:05Z
dc.date.available 2016-03-17T15:09:05Z
dc.date.issued 2014-03-07
dc.identifier.citation SPEROTTO, F. C. S. Qualidade do café em coco e em pergaminho armazenados em atmosfera modificada . 2014. 44 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) -Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Botucatu. 2014. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br:80/handle/123456789/6023
dc.description Dissertação de mestrado defendida na Faculdade de Ciências Agronômicas - Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” pt_BR
dc.description.abstract Novas formas de acondicionamento são estudadas a fim de aumentar o tempo de armazenamento dos grãos de café sem ocorrer perda da qualidade. O presente trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a qualidade física, química, enzimática e sensorial dos grãos de café (Coffea arabica L.) submetidos a diferentes tipos de acondicionamento (silo-bag e saco de juta) e processamento (coco e pergaminho) em dois diferentes ambientes de armazenamento (sob estresse higrotémico e normal). Os grãos de café foram armazenados em condições adversas de umidade relativa de 80% com alternância de temperatura (30oC por 16 horas e 25oC por 8 horas) durante 150 dias. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, em fatorial triplo 2x2+2, (duas embalagens, dois processamentos e mais dois controles para cada processamento) com três repetições cada. O trabalho foi realizado no Departamento de Engenharia Rural da Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu. Para avaliação da qualidade foram feitas análises sensorial, teor de água, acidez graxa, condutividade elétrica, avaliação da cor, açúcares totais, massa específica e atividade enzimática polifenoloxidase. Após aquisição dos dados, os mesmos foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey à 5% de probabilidade. Pode-se concluir que o silo-bag em ambiente modificado, após cinco meses de armazenamento, conseguiu evitar o reumedecimento dos grãos e possibilitou menor perda de qualidade da bebida em relação ao saco de juta, tanto para o café pergaminho quanto para o café em coco, porém favoreceu o processo de branqueamento dos grãos em todos os ambientes de armazenamento. As analises de ácidos graxos livres, condutividade elétrica e atividade da enzima polifenoloxidase corroboraram o resultado da análise sensorial, indicando a melhor proteção oferecida pelo silo-bag, após cinco meses de armazenamento, em ambiente com condições de estresse. pt_BR
dc.description.abstract New forms of packaging are studied to increase the storage time of the coffee beans without loss of quality occurs. The objective was to assess, chemical, enzymatic, physical and sensory quality of coffee beans (Coffea arabica L.) undergoing different types o f packaging (silo-bag and jute bag) and processing (coconut and parchment) two different storage environments (higrotémico under normal and stress). The coffee beans were stored in adverse conditions of relative humidity of 80% and alternating temperature (30oC to 25oC for 16 hours and 8 hours) for 150 days. The experimental design was completely randomized in a 2x2 factorial triple +2 (two packs, two runs and two controls to each processing) with three replications. The study was conducted at the Department of Rural Engineering, Universidade Estadual Paulista, School of Agronomic Sciences, Botucatu. To assess the quality sensory analyzes, water content, fat acidity, electrical conductivity, color assessment, total sugars, density and polyphenol oxidase enzyme activity were made. After data acquisition, they were subjected to analysis of variance and means were compared by Tukey test at 5% probability. It can be concluded that the silo-bag in modified atmosphere, after five months of storage, managed to avoid rewetting of grain and possible minor loss of quality of the beverage in relation to jute bag for both the parchment coffee as for coffee coconut, but favored the bleaching process of the grains in all storage environments. The analysis of free fatty acids, conductivity and PPO enzyme activity corroborated the results of sensory analysis, indicating the best protection offered by the silo-bag, after five months of storage at ambient conditions with stress. pt_BR
dc.format 44 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Faculdade de Ciências Agronômicas - Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” pt_BR
dc.subject Coffea arábica pt_BR
dc.subject Embalagem impermeável pt_BR
dc.subject Qualidade do grão pt_BR
dc.subject Qualidade da bebida pt_BR
dc.subject.classification Cafeicultura::Colheita, pós-colheita e armazenamento pt_BR
dc.title Qualidade do café em coco e em pergaminho armazenados em atmosfera modificada pt_BR
dc.title Coffee quality in coconut and parchment stored in tight in package in humid environment pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Dissertacao_Sperotto, Felipe Carlos Spneski.pdf 981.7Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account